CONTEMPLANDO A LUA

 

Intimado a falar da Lua,

Somente soube falar do Sol!

Tentei descrever o Ocaso

O que saiu foi o Arrebol!

 

Toda beleza desse luar

É só reflexo da luz solar!

O primeiro raio do Sol

Mata todo e qualquer luar !

 

Minha Musa Querida

Que nasceu na Lua

Veio mostrar-se totalmente nua,

 

Impondo com sua beleza

Que minha alma fosse

Tão somente sua!

 

 

Boracéia, sob a luz da Lua, aos 12/10/99